Dias de incerteza na antiga URSS

Quem morava na Rússia e ligou a televisão no dia 19 de agosto de 1991, teve uma surpresa: a TV afirmava de tempos em tempos, durante a programação, que Gorbatchev estava muito enfermo e que seu vice, Gennady Yanayev, assumiria o governo. Durante o dia, tanques foram vistos nas ruas de Moscou…

Quem foi Gorbatchev? O que será que estava acontecendo? Por que a notícia de sua doença causava tanto espanto?

Gorbatchev foi o último líder do Partido Comunista da URSS, também o último presidente da URSS bem como um reformista. Foi ele que abriu a União Soviética para reformas políticas e econômicas conhecidas com os nomes de perestroika e glasnost.

Gorbatchev ascendeu ao poder em 1985 como presidente do PC da URSS. Ficou conhecido no mundo como um estadista empenhado em pôr um fim à corrida armamentista. Nesta imagem, aparece em Genebra, junto ao presidente Reagan (EUA), nas primeiras conversações sobre o tema (19/11/1985). Foto: National Archives. NLS-WHPO-A-C31982(11)

Gorbatchev ascendeu ao poder em 1985 como presidente do PC da URSS. Ficou conhecido no mundo como um estadista empenhado em pôr um fim à corrida armamentista. Nesta imagem, aparece em Genebra, junto ao presidente Reagan (EUA), nas primeiras conversações sobre o tema (19/11/1985). Foto: National Archives. NLS-WHPO-A-C31982(11)

Em Reikjavik, na Islândia, Reagan e Gorbatchev discutem o fim das armas nucleares. Esta reunião, apesar de não ter tido grandes resultados práticos, foi considerado um dos momentos-chave para o fim da corrida nuclear. Foto: National Archives. NLS-WHPO-A-C37408(16A)

Em Reikjavik, na Islândia, Reagan e Gorbatchev discutem o fim das armas nucleares. Esta reunião, apesar de não ter tido grandes resultados práticos, foi considerado um dos momentos-chave para o fim da corrida nuclear. Foto: National Archives. NLS-WHPO-A-C37408(16A)

O golpe

A notícia veiculada na TV sobre a doença de Gorbatchev surpreendeu porque esse líder estava muito bem de saúde. Alguns dias antes, havia partido para a região da Crimeia, junto com sua família, para passar férias. Foi aproveitando esse momento que a KGB (serviço secreto da URSS) juntamente com lideranças militares e o ministro do Interior iniciaram um golpe (daí os tanques nas ruas).

A população, contrária ao retorno dos comunistas linha-dura ao poder, favorável às reformas do presidente e querendo manter a liberdade, foi às ruas e se uniu em frente ao Parlamento pedindo a volta de Gorbatchev que naquele momento, graças ao golpe, estava em prisão domiciliar com a família em sua casa de veraneio. A população seguiu protestando por três dias.

As lideranças comunistas, temendo o poder popular, não invadiram o Parlamento e o golpe fracassou. Em outras palavras, o movimento do povo garantiu o regresso de Gorbatchev ao poder. Na madrugada de 22 de agosto de 1991, Gorbi voltava à Rússia, porém cometeu um erro político grave. Em vez de ir para o Parlamento, confraternizar a vitória com o povo que estava reunido esperando por ele, decidiu ir para a casa de campo (o estresse da prisão havia causado uma crise de hipertensão – Gorbi estava com uma parte do corpo paralisada e com problemas de fala). Enfim, não se uniu ao povo, dando mais espaço para Boris Yeltsin conquistar poder.

O início do fim

Com o afastamento de Gorbatchev do povo, Yeltsin, seu antigo protegido, aos poucos foi crescendo aos olhos da população na Rússia. Uma de suas importantes ações para galgar o poder foi, com o auxílio de parte do Parlamento, proibir todas as atividades do Partido Comunista soviético – do qual Gorbatchev era presidente. Essa medida foi um importante marco para o fim do comunismo na Rússia. Yeltsin foi mais além, conseguindo aprovar outras medidas que diminuíram ainda mais o poder do presidente.

O golpe fracassado foi um evento marcante em meio à desestruturação da URSS. Já em março de 1990, com a independência da Lituânia, iniciou-se um movimento que aos poucos foi atingindo as demais repúblicas soviéticas. Com a crise no governo russo, outras repúblicas aproveitaram para declarar a liberdade. A última foi o Kasaquistão – em 16 de dezembro de 1991.

Enfraquecido politicamente e muito pressionado, em 25/12/1991, Gorbatchev se retirou do poder, pacificamente. Em seis anos de governo, trouxe a democracia ao país, terminou com a Guerra Fria e, inclusive, ganhou o Prêmio Nobel da Paz tendo seu nome gravado na História Contemporânea.

Gorbatchev foi, durante anos, uma grande personalidade mundial, admirada por diferentes líderes ocidentais. Nesta imagem, durante um encontro em Moscou, aparece ao lado do presidente Reagan. 31/05/1988. Foto: National Archives NLS-WHPO-A-C47345(10)

Gorbatchev foi, durante anos, uma grande personalidade mundial, admirada por diferentes líderes ocidentais. Nesta imagem, durante um encontro em Moscou, aparece ao lado do presidente Reagan. 31/05/1988. Foto: National Archives NLS-WHPO-A-C47345(10)

Nesta imagem, aparece na Governor's Island, em Nova York, ao lado de importantes figuras estadunidenses: o presidente Reagan e o vice-presidente Bush. 07/12/1988. Foto: National Archives NLS-WHPO-A-C50828(5A)

Nesta imagem, aparece na Governor’s Island, em Nova York, ao lado de importantes figuras estadunidenses: o presidente Reagan e o vice-presidente Bush. 07/12/1988. Foto: National Archives NLS-WHPO-A-C50828(5A)

Os acordos para pôr fim às armas nucleares continuaram quando Boris Yeltsin assumiu o governo russo. Na imagem, ele aparece com o presidente Bush Pai, assinando o Tratado Start II em Moscou. 03/01/1993. Foto: National Archives: NLB-WHPC-A-P38839(24)

Os acordos para pôr fim às armas nucleares continuaram quando Boris Yeltsin assumiu o governo russo. Na imagem, ele aparece com o presidente Bush Pai, assinando o Tratado Start II em Moscou. 03/01/1993. Foto: National Archives: NLB-WHPC-A-P38839(24)

Para saber mais sobre o fim da URSS e as transformações territoriais no Leste Europeu, clique aqui.

Por Priscila Pugsley Grahl de Miranda