The United States Presidential Election

League of Women Voter of California. Licenciado por CC BY 2.0
League of Women Voter of California. Licenciado por CC BY 2.0

O ano de 2012 é marcado por eleições tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Enquanto por aqui estamos acompanhando a campanha política dos candidatos que disputam vagas para prefeitos e vereadores, os Estados Unidos estão passando por uma campanha eleitoral para decidir quem será o próximo homem a ocupar a Casa Branca (The White House) e governar um dos países mais poderosos do mundo.

O sistema eleitoral americano é bem diferente do adotado no Brasil; as eleições nos Estados Unidos seguem um modelo de eleição indireta, ou seja, os candidatos não são escolhidos diretamente pelo voto popular, mas sim por um colégio eleitoral (electoral college), que é composto por 538 integrantes, chamados de delegados eleitorais (delegates) e que representam os 50 estados do país. O número de delegados para cada estado varia de acordo com a população e o número de representantes que aquele estado tem no Congresso americano, portanto, alguns estados têm maior influência política do que outros.

Os delegados eleitorais é que votam diretamente no candidato à presidência. Essa escolha, teoricamente é influenciada pelo resultado da votação popular em cada estado. O candidato que receber 270 votos do colégio eleitoral elege-se presidente.

De fato, o sistema eleitoral adotado pelos Estados Unidos é bem complicado e não representa com precisão a escolha popular, pois é possível que um candidato com maior número de votos populares não atinja os 270 votos dos delegados, número necessário para garantir vitória na corrida pela presidência.

O colegiado eleitoral é um sistema que foi criado no século XVIII juntamente com a Constituição, portanto, as chances de que o país consiga mudar esse sistema são pequenas, visto que há um jogo de interesses muito grande por parte dos partidos políticos. 

O vídeo a seguir explica um pouco mais sobre o sistema de votação adotado pelos Estados Unidos.



E para você? Qual é o sistema eleitoral mais democrático, o brasileiro ou o estadunidense?

 

Por Gracilene Zen